Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/08/19 às 17h34 - Atualizado em 29/08/19 às 17h34

Premiação contempla boas práticas para a primeira infância

COMPARTILHAR

 

Uma cerimônia no Fórum da Infância e da Juventude do Distrito Federal, na quarta-feira (28/08), premiou as boas práticas para a primeira infância. Certificados e placas de reconhecimento foram entregues a representantes das três melhores experiências. Lívia Magalhães, chefe da Unidade de Gestão do Programa DF Criança, representou a Subsecretaria de Políticas para Crianças e Adolescentes/Sejus na solenidade.

 

As práticas foram selecionadas por meio do Edital de Boas Práticas do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal Voltadas à Primeira Infância, lançado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e o Instituto Alana, no período de 10 de abril a 31 de maio de 2019.

 

Foi reconhecida como a melhor prática o projeto “Ações Integradas de Proteção à Criança: Política de Proteção à Criança Pró-Vida”. O trabalho “Promoção da Convivência Familiar e Comunitária – SEFAM/VIJ-DF” foi a segunda colocada. A terceira prática selecionada foi o projeto “Pequenos Guardiões da Natureza”, da Escola Classe 40 de Ceilândia (P Norte).

 

As vencedoras foram selecionadas por um comitê composto por representantes de cada uma das instituições parceiras e por especialistas nas áreas de Primeira Infância e Direito da Criança e avaliadas segundo critérios de alinhamento com marcos regulatórios, impacto, articulação da rede, inovação e replicabilidade das ações.

 

O processo de seleção fez parte do projeto REDEsenhar Caminhos, fruto de acordo de cooperação técnica firmado entre a Coordenadoria da Infância e da Juventude do TJDFT e o Instituto Alana em prol da defesa e promoção dos direitos da criança na primeira infância, por meio da mobilização do sistema infantojuvenil e toda a rede de atendimento.

 

O edital de seleção foi aberto a organizações públicas e privadas sem fins lucrativos pertencentes ao Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente do DF. Além do prêmio, o objetivo também é divulgar as melhores ações à rede de profissionais do TJDFT e do Instituto Alana, para que sejam inspiradoras de novas iniciativas.